guga machado

biografia
Entre os atributos associados ao percussionista Guga Machado, versatilidade e destreza são dos mais importantes. Nascido em 1983, o músico paulistano já tocou com bandas e artistas de rock, funk, pop, eletrônico, reggae, infantil, e vários outros gêneros musicais.

O amálgama de experiências e influências pode ser ouvido em seu primeiro disco autoral, o MAFAGAFO JAZZ, lançado em novembro de 2012. Baseado nesse álbum, Guga fez uma parceria com a coreógrafa Sueli Guerra da Cia da Idéia (RJ) e montou o espetáculo BATUQUE CONTEMPORÂNEO, que assina a direção junto com a coreógrafa e a direção musical. Além disso, Guga dá prosseguimento ao seu projeto pessoal, “Live PA”, que toca percussão ao vivo sobre bases de música eletrônica. Nessa jornada, são seus parceiros os grandes DJ’s e produtores Deeplick e Ramilson Maia.

Além de ser um dos pioneiros do uso do HANG DRUM no Brasil, Guga utiliza diversos instrumentos com muita propriedade como o cajón, pandeiro, congas, bongô, derbak e se diferencia pelo bom gosto e sensibilidade ao escolher os instrumentos e efeitos que coloca em cada canção. Atualmente acompanha os cantores Tiago Abravanel, Paulo Ricardo, Tabatha Fher e Carlos Navas. Ao longo de sua trajetória, já gravou, atuou ou dividiu palco ao lado de Toquinho, Alaíde Costa, Filipe Catto, Thiago Pethit, Underfunk, Tibless, Paula Lima, Angra, Deborah Blando, Shaman, The Mission, Noturnall, Karma, Banda Moinho, LanLan, Adryana Ribeiro (“Take it easy my brother Jorge Ben”, indicado ao GRAMMY LATINO 2013), Lucinha Lins, Paulinho Boca de Cantor (Novos Baianos), Zach Ashton, Maria Alcina, Simoninha, Maurício Pereira, Fause Haten, Ricky Vallen, KM7Nove, Matheus Herriez, Lissah Martins, Barbara Marques, Batida Nacional, Tetê Espíndola, Jair Oliveira, Luciana Mello, Maria Gadú, Rodrigo Sá, Marcelo Mira, Stenio Moura, Rosanah Fiengo, Evelyn Castro, Danilo de Moura e muitos outros.

Em 2011 Guga estreou nos palcos internacionais acompanhando o cantor Thiago Pethit em Buenos Aires, na Argentina, no Festival “Musicas Del Sur”. Logo em seguida excursionou com Ricky Vallen na Europa, passando por Portugal (Brazilian Day), Inglaterra e Itália.

No início de 2014 gravou o DVD em tributo à Vinicius de Moraes “Cabaret Vinicius” ao lado de Paulo Ricardo e Toquinho.

O primeiro contato de Guga Machado com a percussão aconteceu aos 14 anos, quando foi convidado por uma banda de amigos para tocar em um festival do colégio. Ele, que até então não sabia que o triângulo era um instrumento percussivo, aprovou a experiência e resolveu comprar um bongô. A partir daí, teve aulas com Jorge Marciano, Biroska, Ivan Silva, Egimar Alves e Aluá Nascimento, e participou de workshops oferecidos por músicos como Marcos Suzano, Simone Soul e Pedro Luís e a Parede.

Outra parte substancial de seu conhecimento vem da observação do trabalho de artistas que admira, como Jamiroquai, Nação Zumbi e outras bandas de música latina. Os percussionistas Giovanni Hidalgo, Pernel Saturnino, Trilok Gurtu, Sola Akingbola, dividem espaço com Naná Vasconcelos na galeria de músicos que o influenciaram.

por Ricardo Santhiago